Pais divulgam carta emocionante em caderno rabiscado por Beatriz

caderno
Em uma carta emocionante, os pais da garota Beatriz seguem lutando por justiça e expressam em uma folha de caderno rebiscado pela garota, que alguém “destruiu os planos de uma mãe em acompanhar todas as fases da vida de uma menina, até formar-se mulher”. Confira:
Cinco meses do assassinato da menina Beatriz. Restaram apenas as lembranças. Lembranças de um anjo que esteve na terra para uma missão.
Não podemos questionar Deus, não é nossa intenção. Mas podemos, enquanto sociedade, clamar por Justiça.
Alguém arrancou os sonhos de uma menina de apenas 7 aninhos. Alguém destruiu os planos de uma mãe em acompanhar todas as fases da vida de uma menina, até formar-se mulher.
Alguém destruiu a visão de um pai em ver sua filha entrando e saindo da universidade, guiando-a até o altar, caso assim fosse seu desejo.
Alguém fez isso sem ter esse direito.
Por quê?
Não sabemos e queremos essa resposta.
Nesse dia 10, os pais de Beatriz divulgaram uma carta escrita em folha de caderno da pequena, com desenhos e palavras com sua letrinha.
“Era uma vez uma menina chamada Beatriz Angélica.
Era uma vez uma menina angélica chamada Beatriz, como uma linda estrelinha cintilou em cada momento, numa passagem tão curta quanto intensa!
Olho seus cadernos da escola… quantas páginas em branco, mas quantos corações em cada página vivida!
São esses corações, esse amor e toda sua ternura, que hoje nos movem e nos sustentam e que tocará os corações que podem revelar algo que nos levará a desvendar esse mistério, para que possamos filha, sentir em paz, essa saudade, na certeza do reencontro.”
Um caderno com várias páginas manchadas de sangue…
“Essa carta foi feita com muito amor e esperança. Esse caderno, letras e desenhos é de nossa princesa Beatriz Angélica.  O texto tem o objetivo de encorajar aos que estavam presentes ou a os que sabem de alguma coisa.
Hoje faz 5 meses minha filha, que tiraram você dos nossos braços, mais mamãe e papai não vão desistir nunca, não vamos parar de lutar. Te amamos muito meu amor!”, expressam os pais. 
Fonte Blog Edenevaldo Alves 
Feito por: Bruno Alexandre Web -