FUNCIONÁRIOS DOS CORREIOS ENTRAM EM GREVE EM PETROLINA

Os funcionários dos Correios de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, decidiram entrar em greve, nesta quarta-feira (26). os profissionais pedem a contratação de mais profissionais e melhorias nas condições de trabalho.

Nesta quarta-feira (26), parte dos profissionais se concentraram em frente à uma das agências da empresa. Em Petrolina, a greve é por tempo indeterminado e a principal reclamação é sobre a falta de carteiros para trabalhar.

Atualmente 33 carteiros atendem a demanda da população. De acordo com o sindicato, seriam necessários 50 profissionais para entregar em média 35 mil correspondências que chegam diariamente na cidade.

Os funcionários dos Correios também pedem melhorias nas condições de trabalho e fim do assédio institucional, que é quando o empregado se sente sobrecarregado de tarefas. Por conta da greve, a entrega de correspondências e encomendas está suspensa.

Em nota, a empresa Correios informou que devido às mudanças recentes no Governo Federal, novas contratações estão suspensas e que já atua na melhoria das condições de trabalho no centro de distribuição de correspondências em Petrolina. A previsão é de que em novembro a unidade passe a funcionar em novo prédio, mais amplo e com mais conforto para os funcionários.

A empresa reforçou ainda que não houve redução de efetivo na unidade. O que houve foi uma reorganização de áreas de distribuição, com solução logística que otimiza recurso, qualidade e prazos de entrega.

G1
Feito por: Bruno Alexandre Web -