Alunos entre dois e sete anos participam de evento de incentivo à doação e aos cuidados com os animais

Um evento de incentivo à adoção e aos cuidados com os animais mobilizou estudantes, pais e professores do Plenus Colégio e Curso, na manhã deste sábado (24), na Praça da Sementeira, em Petrolina, Sertão de Pernambuco. Acompanhados de adultos, os alunos entre dois e sete anos de idade apresentaram um coral, um teatro de marionetes e fizeram uma passeata com cartazes, fantasias de gato, cachorro, leão e onça, convidando o público a adotar um bichinho. A iniciativa ‘Há que se cuidar da vida’ foi realizada em parceria com a ONG Proteger.

Segundo a coordenadora do projeto, Paula Miroró, a iniciativa vem sendo promovida na escola há mais de um mês. “Hoje é a culminância de um trabalho que teve palestras, arrecadação de rações, apresentações artísticas e visitas dos alunos a outras salas de aula, com o intuito de conscientizar sobre a vida”. De acordo com a coordenadora, o projeto é realizado todos os anos e em 2016 o foco é a preservação de todas as formas de vida.

Para o estudante de 6 anos, Davi Carvalho, que está no 1º ano do Ensino Fundamental, cuidado dos animais é uma forma de carinho. Ele e outros colegas de turma confeccionaram faixas de conscientização, passaram nas salas do colégio e apresentaram-se no coral infantil. Como Davi, Marcos Mendes, de 7 anos, também considera que é preciso ter atenção com os bichos. E dá conselhos: “Cada um tem que ajudar os animaizinhos e não abandonar eles nas ruas. Quando as pessoas forem viajar, deixem o bichinho com um amigo ou alguém da família”, explica.

A Diretora Pedagógica do Plenus Colégio e Curso, Sílvia Santos, disse que a mobilização alcançou o objetivo. “Tivemos a adesão dos alunos, pais e professores; todos não só apoiaram como participaram ativamente do projeto. Então, entendemos que a semente foi plantada. As pessoas saíram daqui com o princípio na mente de que toda a forma de vida merece cuidado, atenção e carinho”.

Mãe de um dos alunos da unidade, a dona de casa Mileyna Rezende explica que o comportamento do filho mudou em relação aos animais e disse estar animada com esse e outros projetos que apoiem sentimentos de igualdade e de vida. “Temos que ensinar nossas
crianças desde cedo a terem uma visão de mundo mais amiga, solidária e justa”. E continua. “Desse modo, o evento de hoje prova que a união entre pais, estudantes e a escola vem cumprindo com seu papel educativo”, concluiu.
Clas Comunicação e Marketing.
Feito por: Bruno Alexandre Web -