Secretário estadual de Meio Ambiente garante que Petrolina não sofrerá mudanças nas regras de licença ambiental

O Secretário estadual de Meio Ambiente Sérgio Xavier afirmou na tarde desta terça-feira (2) em Recife, que Petrolina - PE não será afetada com a resolução do Consema, que prevê mudanças nas regras de licenciamento ambiental feita pelos municípios.
  
Reunido com o conselheiro da Unidade Regional do Sertão do São Francisco - URSF da Federação das Indústrias de Pernambuco - FIEPE, Alexandre Araújo, Xavier também garantiu que as funções da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) de Petrolina, não serão afetadas pelas novas regras. “Nossa expectativa é que não exista nenhum problema. No caso de Petrolina, que é uma cidade de referência ambiental, o empreendedor e as pessoas que hoje estão usando a estrutura municipal para fazer suas licenças podem ficar tranquilas, que o que vai acontecer daqui pra frente é só no sentido de melhorar, aperfeiçoar, e não dificultar, em nada, esse processo que já é feito de forma muito tranquila”, salientou.

Para Alexandre Araújo o encontro foi bastante produtivo. “No meio empresarial de Petrolina, há um entendimento de que a resolução promoveria maior burocratização, falta de profissionais e diminuição das licenças ambientais para áreas que vem impulsionando a economia petrolinense, como a construção de conjuntos habitacionais, empreendimentos imobiliários, indústrias, comércios e serviços”, ressaltou.

Araújo lembrou ainda que o secretário fez questão de levar para a reunião a presidente da Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco CPRH – PE, Simone Souza, que também se mostrou comprometida em dar autonomia aos municípios pernambucanos na concessão das licenças ambientais. Participaram também da reunião, algumas lideranças de Petrolina, a exemplo do presidente do Sindilojas – Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina, Joaquim de Castro e representantes do segmento da construção civil, Flávio Coelho e da agricultura, Danilo Biones.

Além de Petrolina, outras 18 cidades estão preocupadas com a mudança. Dentre os municípios que podem ser afetados estão Olinda, Caruaru, Jaboatão, Serra Talhada, Salgueiro, Lagoa Grande e Recife.Clas
Feito por: Bruno Alexandre Web -