Lendas, cantigas e brincadeiras do folclore incentivam criação artística, considera psicopedagoga que fará oficina em Lagoa Grande (PE)
















                                                                                                                                                                        As lendas do folclore brasileiro sempre exerceram fascínio nas crianças.   São histórias que aguçam a imaginação e podem levar ao surgimento de bons escritores. Em Lagoa Grande, Sertão de Pernambuco, a Rede Municipal de Ensino convidou a psicopedagoga, Eliete Araújo, visando a promoção de uma oficina pedagógica neste sábado (20) para professores de Educação Infantil. Com o objetivo de ajudar a desenvolver a criatividade dos alunos, os educadores serão estimulados a, por exemplo, compartilhar histórias, brincadeiras e expressões artísticas, dentro do contexto folclórico, e que serão usadas em sala de aula.

 Eliete Araújo, que também é consultora pedagógica, é uma dos profissionais da área mais requisitadas da região. O convite para a oficina faz parte de uma parceria que a Rede de Ensino de Lagoa Grande tem com uma das maiores editoras do Brasil, a FTD, da qual Araújo faz consultorias. De acordo com a psicopedagoga, os temas de cultura popular tratados no encontro incentivarão a “ludicidade”. “Através dos contos, fábulas e lendas, os estudantes podem ser orientados nas suas vivências futuras. Cabe ao educador descobrir formas de explorar a criação, imaginação e o aprendizado deles”, explica.

 Levando a iniciativa para a Escola Hélio Ferreira Maia, onde acontecerá a oficina pedagógica, Eliete Araújo e os docentes devem falar de suas experiências em sala e compartilhar opiniões sobre as melhores formas de aguçar a curiosidade e aprendizagem do aluno ao mesmo tempo em que valoriza a cultura popular brasileira. “Temos uma cultura riquíssima e que pode ser base para a inspiração de muitos discentes”, completa a consultora.

 Clas comunicação e marketing 
Feito por: Bruno Alexandre Web -