Brasil conquista quatro medalhas em Olimpíada Internacional de Química

O Brasil conquistou quatro medalhas na 48ª edição da Olimpíada Internacional de Química, realizada em Tbilisi, na Geórgia. Todos os quatro estudantes da delegação foram premiados: dois com medalhas de prata, e dois com as de bronze.

A olimpíada foi organizada pelo Ministério de Educação e Ciência da Geórgia e durou 10 dias e terminou no último dia 1º. Participaram do evento 80 países -- com o máximo de quatro estudantes do ensino médio por equipe.

Pela equipe brasileira, conquistaram as medalhas de prata os estudantes paulistas Vitor Pires e Pedro Seber. As medalhas de bronze ficaram com os estudantes cearenses Gabriel Amgarten e Davi Aragão. O resultado da delegação brasileira -- 17ª no ranking geral -- a posicionou à frente de países como Alemanha, Grã-Bretanha, Dinamarca, França, Holanda, Espanha, Itália e Portugal. A China ficou em primeiro lugar, seguida da Rússia.

A competição começou em 1968 na Checoslováqia e reúne, desde então, a cada ano, sempre no mês de julho, aproximadamente 320 estudantes de 80 países. Cada um pode competir com o máximo de quatro estudantes não universitários, com idade inferior a 20 anos, que submetem a exames teóricos e práticos durante o período do evento.

De acordo com os organizadores, as provas aplicadas são elaboradas por um júri internacional composto por mentores – também membros das delegações -- e especialistas do país-sede de cada edição. Ao final do evento, os melhores estudantes são premiados com as medalhas de ouro, prata e bronze. O Brasil estreou na olimpíada na 31ª edição, na Tailândia.Fonte: Educação.Uol
Feito por: Bruno Alexandre Web -