Artistas da região e nacionais são atrações desta terça-feira (16) no Aldeia do Velho Chico, em Petrolina (PE)

Com direito aos ‘Batuques’ da Cia. Balançarte, de Petrolina (PE), cuja performance deve levar o público do CEU das Águas, no bairro Rio Corrente, à uma viagem pela ancestralidade africana, o Aldeia do Velho Chico apresenta nesta terça-feira (16), a partir das 18h, uma série de atrações culturais lideradas por artistas da região e nacionais.
Depois da Cia. Balançarte, será a vez do grupo In-Próprio Coletivo, de Cuiabá (MT), fazer um jogo cênico com a proximidade da morte e os sintomas da vida. É o espetáculo teatral ‘OraMortem’, que acontece às 20h, no Teatro Dona Amélia, no Sesc Petrolina (Centro). Em seguida, às 21h, o Palco Alternativo recebe o Coletivo Lugar Comum (Recife), que traz uma versão do espetáculo de dança ‘Segunda Pele’, para falar sobre a cultura, liberdade e a identidade de um indivíduo.
O Festival das Artes também selecionou atrações para a quarta-feira (17). Às 18h, no CEU das Águas, a Trup Errante de Petrolina apresenta a peça de teatro ‘Fabulosas Histórias do Rio São Francisco’, que narra as aventuras de uma menina e de seus amigos em busca de salvar o Velho Chico. Às 20h, de volta ao Teatro Dona Amélia, o grupo Matraca de Teatro (de Jaboatão dos Guararapes-PE) encena ‘Angelicus Prostititus’, texto de Hamilton Saraiva que aborda aspectos destrutivos dos desejos humanos num tom de comédia. Já às 21h, no Palco Alternativo, os bailarinos Rafael Sisant e Wendell Britto (grupo Confraria 27) lideram o espetáculo de luz e dança, ‘Casa Azul’.
O Aldeia do Velho Chico continua na quinta-feira (18), quando irá se apresentar às 18h o Núcleo de Teatro Biruta (de Petrolina), que encena a peça ‘A Insurreição do Amor’, no CEU das Águas. Logo após, às 19h, o grupo Quatro Rimas surge com o ‘Recital Poetas Daqui’, no Terraço Galeria (Sesc Petrolina); e vai dar lugar à Compassos Cia. de Dança (de Recife), cuja apresentação ‘Três Mulheres e um Bordado de Sol’, no Teatro Dona Amélia, será às 20h. Mas, vai ser a bailarina Juliana Moraes (SP), com a dança ‘Sem Título’, às 21h, no Palco Alternativo, quem completará a programação da quinta.
Uma grande Aldeia
O Festival de Artes do Vale do São Francisco - Aldeia do Velho Chico está na 12ª edição e traz para as duas cidades, até dia 20 de agosto, mais de 100 atrações. O evento conta com apresentações de diversas linguagens como música, literatura, arte visual, teatro, dança e audiovisual. Este ano, o Aldeia deve mobilizar cerca de mil artistas, com uma expectativa de público de 70 mil pessoas.

Mais informações sobre a programação completa do festival podem ser obtidas pelos telefones (87) 3866-7450 ou (87) 3866-7474 e no site: www.sesc-pe.com.br.Clas Comunicação e Marketing 
Feito por: Bruno Alexandre Web -