Petrolina tem baixo risco para proliferação do Aedes aegypti


Foi divulgado, nesta sexta-feira (15), o resultado do 4º Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), realizado em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A pesquisa, que aconteceu entre os dias 6 e 13 de junho, apontou 0,7% para infestação do mosquito transmissor, o que é considerado de baixo risco.
Segundo a Secretaria de Saúde, o índice se manteve estável em relação ao 3º levantamento. Entre os bairros com maior infestação do Aedes aegypti estão: São Gonçalo, Jardim Petrópolis e Vila Chocolate, com 2,9%. Os bairros Dom Avelar, São Jorge e Terras do Sul apresentam risco de 1,9%
Mesmo com o resultado apontando baixo risco, a Secretaria de Saúde pede que os moradores mantenham a vigilância dentro das casas, para evitar a proliferação do Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Vírus da Zika e  Chikungunya.G1
Feito por: Bruno Alexandre Web -