Homem mais perigoso e procurado de Simões Filho optou por aceita a Jesus,confira!

Júlio Bonfim Santana de Jesus, ex ‘Júnior do Gueto’, foi considerado um bandido de alta periculosidade na época, ele era o homem mais procurado de Simões Filho até passar por uma experiência de conversão marcante, cujo testemunho já ganhou e emociona a todos. O testemunho dele, daria um roteiro de filme.

O ex ‘Júnior do Gueto, o atual “Júnior do Manto”, nasceu e se criou no bairro do Cristo Rei, em Simões Filho e era considerado como o homem mais procurado pela polícia na época, pelo envolvimento com o crime, mas optou em aceitar Jesus Cristo e vive a expectativa de contribuir de forma positiva com a sociedade.

Passado 
Ex-rapper e cantor de pagode, nesta quinta-feira (19), na oportunidade em que completa três anos que decidiu mudar de vida e optar pela liberdade, com toda franqueza, revelou os contrastes vivenciados outrora por uma vida de total intranquilidade, mas de acordo com ele, o poder de Deus que lhe garantiu diversos livramentos; consolidam a certeza e a convicção de que deve influenciar pessoas ao caminho do bem, ajudar na ampliação de projetos que minimizem as vulnerabilidades sociais que ainda existem e que foram vivenciadas no passado.

“Eu sou a prova de que Deus transforma as pessoas para uma vida de paz e liberdade”, afirma Júnior do Manto que destaca o poder da “atitude e decisão” como parâmetros para uma vida digna, honesta e de paz.  Para a equipe de reportagem, Júnior disse que embora os preconceitos ainda existam em torno do passado e algumas pessoas que não acreditam em sua mudança, o protagonista Jesus Cristo ao tocá-lo em um momento de reflexão garantiu uma nova chance de vida e o dever de visualizar o passado como um ‘contraste’, onde as atuais ferramentas de hoje pela aceitação da palavra de Deus lhe sustentam o desejo de contribuir para o bem da sociedade
.

Dormia assustado

Júnior contou que “dormia assustado porque sabia que a polícia estava à sua procura”, mas hoje está feliz por receber o carinho e o abraço dos amigos que em harmonia celebram que realmente “só Jesus Cristo poderia ter feito tal obra”. “Vinde a mim todos que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei”, decretou palavras ditas por um dos mestres da humanidade.

“Passei pelo vale da morte diversas vezes, mas contava com a minha família e amigos que me evangelizavam. Um dia acordei e vi os livramentos que Deus estava me dando e decidir honrar esse Deus e que não era justo servir a Satanás”, revelou.

Apesar de na época ser considerado um bandido de alta periculosidade, o ex Júnior do Gueto disse que também acontecia diversas especulações e injustiças em torno do seu nome. Na comunidade do Cristo Rei chegou a ser Presidente da Associação daquele bairro, quando em março de 2013 a ‘casa caiu’ e foi preso. Hoje ele comemora uma vida feliz ao lado da sua esposa, a missionária Geisa e com o nome limpo: “Não devo nada a justiça. Estou com meu nome limpo e nada consta”, disse.
Fonte: SimoesFilhoolaine
Feito por: Bruno Alexandre Web -